Pequeno vocabulário de perfumaria ou falando perfumês

Demorou mas saiu! Fiz o vocabulário de termos de perfumaria, coisas não tão familiares, mais complicadas de entender, para (tentar) facilitar a vida. A idéia foi deixar tudo conciso para uma consulta rápida, e direcionar para os posts em profundidade quando eles existem. Se existir, está linkado no verbete. É só clicar.

Certamente não dei conta de tudo. Você pode aproveitar os comentários para dizer suas dúvidas, palavras, gírias, coisas que não entende muito bem e não foram incluídas aqui. Com o tempo vou expandindo. Obrigado a todos que mandaram dúvidas pelas redes sociais!

Foto: Tom Maglieri

 

A

Absoluto: matéria prima natural obtida com o uso de solvente. Pode se referir a concentração de um perfume (ver Concentração).

Acorde: combinação de duas ou mais notas. Ver Nota.

Aldeído: matéria prima sintética. Existem vários tipos, alguns são cítricos. Chanel No5 e Van Cleef & Arpels First são perfumes ricos em aldeídos.

Almíscar: mesmo que musk. O tradicional é de origem animal, já substituído por similar sintético. É cálido, macio, talcado (ver link em Animálico).

Âmbar: acorde labdanum + baunilha. É adocicado, rico, envolvente.

Ambergris ou âmbar cinza: cálculo estomacal do cachalote. Quando expelido, passa anos curando no mar, sob o sol. Uma das matérias primas mais caras da perfumaria. Há similares sintéticos, como ambroxan (ver link em Animálico).

Animálico: que traz idéia de corpo, de animal e seus cheiros. Sálvia tem um aspecto animálico, que lembra xixi.

Aromático: família olfativa rica nas chamadas ervas aromáticas, como alecrim, tomilho, menta, manjericão. Mesmo que Fougère (ver).

B

Balsâmico: se diz do aspecto untuoso, rico, as vezes oleoso ou grudento, que as resinas tem, como benjoim, mirra, olíbano.

Benjoim: resina vegetal com nuances caramelo.

Blind, dar um: comprar o perfume no escuro, sem testar.

C

Calone: matéria prima sintética que é marca dos perfumes aquáticos. Presente em Issey Miyake L’Eau d’Issey. Tem uma faceta melão.

Casa de fragrância: empresa que se ocupa da obtenção de matérias primas naturais ou sintéticas, que emprega perfumistas, que elabora fragrâncias e aromas (na indústria se reserva a palavra aroma para falar daquilo que é usado em comida e bebida: refrigerantes, chicletes, molhos, balas, etc). As maiores — Givaudan, IFF, Firmenich, Symrise — são multinacionais gigantes.

Cashmeran: matéria prima sintética amadeirada, as vezes descrita como madeira da caxemira.

Castoreum: matéria prima de origem animal, de uma espécie de castor. Cheira como azeitona, couro, com uma faceta defumada. Frequentemente substituído por acordes sintéticos (ver link em Animálico).

Chypre: família olfativa cujo acorde clássico é bergamota + ládano + patchuli + rosa e/ou jasmim.

Civet: matéria prima de origem animal, de uma espécie de gato selvagem. Repulsivo, fortemente fecal, usado em pouquíssima quantidade para trazer floraridade a composições. Evidente em Guerlain Shalimar e Jicky (ver link em Animálico).

Concentração: perfumes são vendidos em várias concentrações diferentes (não é tão simples assim). Do menos concentrado para o mais concentrado: eau de cologne, splash, eau de toilette (ou deo colônia), eau de parfum, parfum, extrato ou elixir. É comum o perfumista destacar elementos diferente da composição quando “muda a concentração”: os mais enérgicos e leves nos eau de toilette, os mais ricos no eau de parfum, geralmente preferindo matérias primas de alta qualidade nos parfum e extrait. Também é possível que componha outro perfume partindo da idéia inicial. Compare Guerlain La Petite Robe Noire eau de toilette com o eau de parfum. São bem diferentes entre si. Dito isso, as palavras a extrait e absolu frequentemente aparecem para nomear perfumes, sem que isso implique que sejam de alta concentração. Resumo: uma confusão.

Cumarina: matéria prima sintética. É a maior responsável pelo cheiro de amêndoa e baunilha da fava tonka.

D

Drydown: último estágio da evolução do perfume na pele, quando já se passaram muitas horas da aplicação. Há quem traduza por secagem.

E

Eau de cologne, eau de toilette, eau de parfum, extrait de parfum: ver Concentração.

F

Faceta: se diz que diferentes aspectos de uma mesma matéria prima são suas facetas. Lavanda é gelada como alecrim e tem uma faceta adocicada, caramelada.

Família olfativa: se diz de perfumes com características semelhantes entre si que pertencem a mesma família olfativa, como os cítricos, os aromáticos, aquáticos, chipres, etc. Há várias formas de classificar perfumes, cada casa de fragrância tem a sua.

Fava tonka: semente do cumaru. Quando seca, lembra baunilha e amêndoas. Ver Cumarina.

Fixação: tempo de permanência de um perfume na pele. Não existe um produto chamado fixador (um produto sem cheiro que tenha a capacidade de fixar melhor a fragrância), o que existe é uma fórmula com boa fixação.

Fougère: significa samambaia. Família olfativa cujo acorde clássico é musgo de carvalho + patchuli + cumarina.

Frankincense: mesmo que olíbano. Ver Olíbano.

G

Gálbano: resina vegetal. Num perfume é verde, borbulhante, levemente amargo. Chanel Cristalle é rico em gálbano.

Gourmand: perfume muito doce ou carregado de notas gustativas, que dão vontade de comer.

I

IFRA: International Fragrance Association, órgão da indústria da perfumaria que, entre outras funções, regula o uso de matérias primas, proibindo aquelas que tem risco de causar alguma irritação de pele. Mais sobre o assunto neste post.

Incenso: em geral se refere a olíbano (ver Olíbano). A rigor, incenso pode se referir a qualquer resina que é queimada para perfumar (como benjoim, gálbano, mirra, elemi, storax, por exemplo).

Indol, indólico: indol é um componente da degradação de proteínas presente em flores brancas como jasmim e dama da noite. Em isolamento é fortemente fecal, em pouquíssima quantidade tem aspecto floral (ver Animálico).

L

Labdanum, ládano, cistus labdanum. Resina vegetal de odor muito complexo, de cor marrom dourado. Lembra mel, caramelo (ver Âmbar).

M

Madeira da caxemira. Ver Cashmeran.

Musk. Ver Almíscar.

N

Nota: menor unidade de construção de um perfume, como a lavanda, o almíscar.

Notas de cabeça ou saída, coração ou corpo, fundo: ver Pirâmide olfativa.

O

Oriental: família olfativa inspirada no oriente, rica em notas balsâmicas, quentes e frequentemente com especiarias como baunilha, canela e cravo. Yves Saint Laurent Opium é um bom exemplo de oriental.

Óleo essencial: matéria prima extraída por destilação (de rosa, de flor de laranjeira, por exemplo) ou por raspagem da casca (nos cítricos).

Olíbano. Resina vegetal usada como incenso, de aspecto ao mesmo tempo cítrico/fresco e resinoso.

P

Parfum: ver Concentração.

Patchuli: matéria prima natural extraída das folhas de um arbusto, muito popular em óleo nos anos 70. Classificada como madeira. Lembra mofo, chocolate amargo, com um aspecto canforado no começo. Thierry Mugler Angel é rico em patchuli.

Perfume de nicho, perfume de designer: são formas de definir um perfume pelo mercado que ele busca atingir, ou por quem o criou. A rigor, perfume de nicho tem distribuição menor, mais exclusiva. Perfume de designer se refere a um perfume criado por uma marca de roupa, um designer. Como toda critério, ele tem sua precariedade: Comme des Garçons é uma marca de roupa cujos perfumes são distribuídos para um mercado pequeno. Não vale a pena levar essa definição a ferro e fogo.

Petitgrain: matéria prima natural extraída das folhas de uma espécie de bergamota. É verde escura, fresca.

Pirâmide olfativa: diz respeito ao tempo de evaporação das matérias primas que compõem um perfume. Nas notas de topo ou de cabeça estão as matérias primas muito voláteis, como os cítricos. Nas notas de corpo ou coração, as com tempo de evaporação médio. Nas notas de fundo, as mais pesadas, com muita persistência, como madeiras, resinas e almíscar. Todas as notas são sentidas desde o início da aplicação mas é uma noção útil para estudar. O musgo de carvalho e o almíscar, por exemplo, são mais evidentes após muito tempo de aplicação, porque as outras notas evaporaram.

R

Rastro: o traço de perfume que alguém deixa quando passa. Thierry Mugler Angel tem grande rastro.

S

Saponáceo, soapy: que lembra sabonete. Em geral são notas como rosa, lírio do vale (muguet) e aldeídos, em tratamento cremoso, que dão essa impressão. Prada Infusion d’Homme tem final saponáceo.

Sillage: mesmo que rastro (ver Rastro).

T

Talcado: se diz de matéria prima, acorde ou perfume cujo cheiro dá a sensação de ser em pó fino como talco. Flower by Kenzo é um perfume talcado.

Tuberosa: é a angélica que compramos em buquê. Madonna Truth or Dare e Dior Poison são perfumes orientais com uma grande tuberosa.

V

Verde: se diz de nota ou acorde que lembra folha amassada, grama cortada.

Vetiver: matéria prima natural extraída da raíz de uma espécie de capim. Classificada como madeira, muito comum em perfumes masculinos, como Guerlain Vetiver e Lalique Encre Noire.

Violeta: em perfumaria se usa dois “produtos” da violeta. Uma extração da folha, que é uma nota verde e macia como camurça (Dior Fahrenheit é cheia dela) e a outra não vem da violeta, mas faz lembrar o perfume da espécie Viola odorata: é o sintético ionona.

Y

Ylang ylang: flor de efeito solar e tropical.

  • Karin

    Oi, Dênis! Ficou muito bacana. Senti falta do verbete “íris”.

  • Diana Alcantara

    Excelente Denis!

  • stefania

    Dênis,

    como iniciante nesse mundo, gostaria de saber com o que mais se aproxima o aroma do Cashmeran. Obrigada.

    • Stefania, parece de longe com sândalo, só que mais seco, menos doce e menos cremoso, com um ângulo mineral. O Lalique Encre Noire masculino tem um monte de cashmeran. Se acompanhar uma fita por 3 horas, é ele que fica mais evidente no fim.

  • Joao Pedro

    Excelente! conseguir sanar muitas dúvidas, obrigado por incluir o “aromático” e a equivalência ao fougère, que tinha sugerido no post anterior.

    • Que ótimo que ajudou, João. E obrigado por participar.

  • Elisabete Rocha Pagani

    excelente! Nariz e caneta afiadíssimos!

  • Adriana

    Parabéns Dênis! Você se tornou referência no mundo olfativo ! beijos

  • Pablo Lyma

    (Decante) faltou por ai. Sintetico…perfume old e school. Perfume tester. E falar qual a diferença e o que sao perfumes Parfum, Intense, Tolliet, colonia….

  • Tiza Franco

    Oque é um perfume luminoso?

  • Hinode Venda Direta

    Lí em uma blog que a moça tinha comprado o perfume em um Blind e quase perguntei onde era! Seu dicionário me salvou dessa vergonha! kkkkkk!