Jo Malone: Perfume é toque e pele

Num mundo em que o objetivo é acumular hits, views, seguidores e likes, mostrando em foto e vídeo a versão em alto contraste e ligeiramente saturada de uma vida que não existe, o precioso é a intimidade, aquilo que não se mostra. Lembra o nervoso de ver o banheiro das pessoas na Caras? Aliás, muito pior, as pessoas nos seus banheiros.

Jo Malone é o território dessa intimidade. Uma marca de perfumes? Também. Mas que extrapola o sensual da pele para outros momentos de reserva: sabonetes luxuosos, óleos de banho espumantes, hidratantes em texturas diferentes — tudo aquilo que se usa sozinho, tocando a pele. Para reforçar, você pode conhecer isso numa massagem nas mãos e braços.

Também é a hora de ver em ação a combinação de fragrâncias que a marca propõe. Seja perfume com perfume, creme com perfume ou qualquer outra combinação, as fragrâncias são pensadas para ser usadas em conjunto. Um assunto que já rolou aqui no 1 nariz com este passo a passo, e aqui com algumas sugestões

Fui guiado pelas mãos quentinhas da Andreia, na loja do Shopping Iguatemi. Discutimos como a marca tem identidade entre os perfumes (todos luminosos e legíveis, mesmo quando são mais intensos), me explicou que os perfumes para combinar podem ser aplicados um sobre o outro, lado a lado, um na frente e outro na parte de trás do corpo, para causar impressões diferentes. Perfume é para ser o que você quiser fazer dele, sem muita regra. Alerta de elogio público: fazia tempo que não via alguém tão segura e com tanto conhecimento trabalhando em venda. Então fui conhecer os perfumes e tomar decisões: que fragrâncias combinar na minha massagem?

Estou vendo meu gosto mudar com o tempo. Do esquisito e avant-garde, parangolés em spray, túnicas pretas enigmáticas, passar para perfumes cremosos, leitosos, pacíficos, com cheiro de colo e de conforto. Comida de alma feita perfume. Encontrei essa vontade no Mimosa e Cardamom — é untuoso, envolvente sem sufocar, tem cheiro da cor branca, de amêndoas e do couro mais delicado. Entrou no final, como perfume, para aparecer mais. Escolhi Basil e Neroli como contraponto fresco, uma idéia mais moderna de colônia clássica, que entrou como sabonete e creme, para ficar mais distante.

Num canto mais reservado, me preparo. Mangas arregaçadas, recebo toalha quente, tenho os braços e mãos lavados com sabonete, massageados com creme. No final meus punhos automaticamente visitavam o nariz a cada 2 minutos.

— Esse é o gesto de quem passou pela massagem, me disse a Andreia.

O serviço é grátis, dura 20 minutos e acontece em qualquer loja da marca, sem agendamento.