É possível refazer um perfume descontinuado?

De tempos em tempos um leitor do site me pergunta: — Eu usei [insira nome do perfume] até que parou de ser fabricado. Posso contratar um perfumista para refazer? Sim, com tempo e dinheiro é possível fazer quase tudo. Mas vale a pena?

Pode ser que o perfume seja descontinuado porque uma matéria prima fundamental foi banida, por questão de saúde. É possível contornar essa situação com a habilidade do perfumista? Sim. Tendo o perfume de referência na mão, esse perfumista dedicado, competente, com acesso as mesmas matérias primas que a grande indústria, pode fazer uma cópia “de nariz.”

Quem produz e distribui essas matérias primas é a casa de fragrância (as gigantes são Firmenich, Symrise, IFF, Givaudan), que atende a indústria de produtos de limpeza, a de alimentos e a de perfumaria fina. Temos que procurar um fornecedor menor.

Que vai te exigir um pedido mínimo. Um perfume é uma mistura de matérias primas diluídas em álcool. Nos fornecedores que conheço, o menor pedido é 50 kg de fragrância pura (sem diluição). A um custo entre 30 e 300 dólares por quilo de fragrância, dependendo das matérias primas utilizadas. Seguimos a fantasia — preço não é uma questão e o leitor encontrou um fornecedor disposto a fazer 1 kg de fragrância pura.

Falta diluir. Mais um serviço para contratar. Um quilo de fragrância pura diluída a 10%, a concentração de uma eau de toilette, dá 10 litros de perfume pronto para usar. Que vão ser envasado em frascos (fornecedor + custo), fechados com tampas (fornecedor + custo), identificados com rótulos (você entendeu).

Glória suprema: 100 frascos de 100 ml de uma cópia de um perfume que não é mais fabricado. Ainda não pensamos em termos legais: qual a legislação a respeito? É preciso fazer registro desse produto na ANVISA? Perguntas que não sei (e não quero) responder.

Voltando a pergunta lá de cima. Sim, você pode contratar um perfumista para refazer um perfume que não existe mais. Com tempo e dinheiro você pode quase tudo. Eu não conheço um perfumista independente, com acesso a matérias primas, que atenda pedidos com tamanho de pessoa física. Eles devem existir: se você é ou conhece um, por favor — muito favor! — deixe o contato aqui nos comentários.

Imagem: Jasper Johns, Three Flags. Whitney Museum.

  • Ane Walsh

    Fazer um perfume satisfatório com os ingredientes (se for possível conseguir todos) é possível, mas o mesmo? Pobre perfumista, cuja criatividade for desafiada para montar uma cópia…
    Se fosse eu, cobraria muito!

    • Ane, o perfumista está na pior posição possível, trabalhando para atingir uma referência conhecida, comparável — com a qual já se tem relação e memória. Também não gosto dessa idéia.

  • Daniel Arata

    Não coloque coisas na minha cabeça Dênis… Rs.
    Faria a ressurreição dos queridos! Hahahahaha
    [Pausa para o choro da saudade]
    Excelente post.
    😉

    • Daniel, não gosto da idéia de refazer, mas quando eu for presidente do universo, os perfumes que a gente gosta nunca vão ser reformulados ou deixados de fabricar!

      • Fragancia CA

        Tem um site Americano que faz isto. Eles te prometem enviar o perfume original que VC conhecia, e ainda personalizam … Se quiserem eu passo o site, entre em contato no meu email. jane.happy@hotmail.com. Abraços!!

        • A promessa bem alta, essa aí, complicada de cumprir.

          • Fragancia CA

            Concordo com VC, mas pelo que pude observar eles são sérios.
            E o serviço não é nada barato.

        • VALERIA FUSCHI

          Ola. Há um perfume que amei muito e ficou na saudade. Voce poderia me enviar o link do site americano? Gostaria de usa-lo novamente, mesmo que não seja absolutamente igual. Agradeço desde já. luadeaquario2007@gmail.com

  • Felipe Bizarria

    Igualzinho eu acho impossível, até porque a perfumaria industrial “esconde” os compostos químicos. Se fosse um perfume natural, acho que daria para chegar bem perto.

    • Felipe, também tem essa questão. Mas será que vale a pena, por princípio? Sempre que me fizeram essa pergunta se referia a um perfume banal — era mais por capricho que por qualquer coisa.

  • O bom é a saudade que fica…

    • Adrianna, tendo a pensar como vc — parar de produzir faz parte do jogo. Se é impossível viver sem, corre pra fazer estoque, compre todos os que encontrar e use enquanto tiver.

  • Ali Hassan Ayache

    O melhor é ficar com a memória olfativa.