Guerlain L’Homme Ideal – atrás de um vestidinho preto

O homem ideal da Guerlain é o par perfeito para a garota de vestidinho preto – até os seus perfumes vão se dar bem. La Petite Robe Noire é uma história sobre cereja em várias declinações, a do Eau de Parfum aparece com aquele núcleo amendoado como a semente dentro da fruta. Thierry Wasser, perfumista da casa, parte da amêndoa para construir seu L’Homme Ideal.

A amêndoa é mais presente na saída, ao longo do tempo o que marca é o contexto oriental, com resinas quase carameladas, com uma doçura de fruta que lembra abacaxi em calda. Isso é colocado numa situação masculina usando uma pista do mercado contemporâneo: o âmbar amadeirado, seco e transparente, que pinica de leve o nariz. Ele levanta, dá difusão, vibração e uma impressão urbana para o que seria um perfume espesso e invernal. É uma nota presente em mais ou menos todos os masculinos de vários anos pra cá, o que parece dizer que ainda vem mais. No fim do uso o que fica na pele é esse tom âmbar/caramelo, que é gostoso mesmo que simples.

Meu palpite é que vai bombar nas baladas, homens em juras ideais atrás de um vestidinho preto. Palmas para o frasco, desde Dior Homme não aparecia um tão bonito — só eu achei que rima de longe com oda Lavanda Atkinsons?

Guerlain L’Homme Ideal – R$291, 50 ml

Foto: Thierry Wasser e criatura

 

 

  • Priscila

    Ai Dênis… Vou ter que discordar! Não sei se a expectativa foi muito grande ou o quê, mas achei ele meio sem graça! Até brinquei com a Dâmaris: Achei que fosse Superman, mas era só o Clark Kent! No aguardo de maiores emoções Guerlain.

    • pode discordar! achei bom na mesma medida que o La Petite Robe é bom. É decente, não vai mudar os rumos da nação, é um tiquinho melhor que os outros lançamentos masculinos – quem ainda aguenta masculino fresco/picante/amadeirado? Não vou usar mas é um pouco melhor que o resto

      • Priscila

        Se perfumes mudassem o futuro da nação, eu ainda teria esperança Dênis! hahaha
        Tem um Karl Lagerfeld bem interessante saindo da moita: fougére lavanda daqueles… vale a pena testar

        • Testei o Lagerfeld, ele mais ou menos soma o estilo que não gosto de masculino que vem rolando com força ultimamente, bem calcado no frescor de um jeito moderno. Acho que gostamos de estilos diferentes!

          • Luan

            Amigo, você conhece a versão EDP que tem uma nota de cereja?

  • ju

    oi Dênis! não querendo, mas já abusando da sua sabedoria perfumística, gostaria de saber se você conhece algum perfume que tenha rosas ou lírios na mesma vibe do baiser vole da cartier. pensei talvez em love da chloe (um pouco de receio do talco) e idylle de guerlain para os rosas e noa da cacharel para os lírios, estou no caminho certo ou você tem outras idéias? abraço!

    • Ju, o Noa é num caminho mais cremoso, mais lírio do vale/sabonete, que o Baiser Volé. Só conheço outros lírios lindos como este no mercado de nicho, se interessar, te conto. E a versão com rosas ainda não encontrei para testar – não ajudei muito, né?

      • ju

        kkkk claro q ajudou! me deu uma luz com o noa =) de qualquer forma vou encontrar alguns para testar e já andei lendo que apesar do nome o electric rose da givenchy pode ser uma boa pedida pra uma rosa delicada mas nem tanto! rsrs muito obrigada!

  • Rafael Oxn

    eu tbm achei interessante … nada fora do comum mas agradável, talvez meu julgo foi influenciado pelo frasco (bonito mesmo) e pelo nome da casa … é talvez ahhaha

    • Rafael, é isso: é mais interessante que um monte de lançamento anterior, o cérebro foi usado para fazer algo que usa as pistas que tão aí mas levam para um lugar um tico mais criativo. Não vai mudar os rumos da perfumaria ocidental.

  • Todas as resenhas e comentários que li, positivos e negativos, foram filtrados pelo que disse em uma resposta em ou outro comentário: “…o cérebro foi usado para fazer algo que usa as pistas que tão aí mas levam para um lugar um tico mais criativo…”, e eu acabei comprando às cegas para conferir. Ainda bem que o fiz, pois gosto de algumas dessas pistas que estão aí, mas ainda não havia encontrado um perfume que as juntassem de um jeito que me agradasse, agora encontrei.

  • Indiara

    O perfume é o maior sucesso de vendas! Ele é surpreendente, ao mesmo tempo que ele é exuberante, é refinado! maravilhoso!

  • Josué Santos Nascimento

    Muito refinado e elegante. Acredito que tanto homem quanto mulher pode usar esse perfume.É um tipo que compraria outra vez.

  • Ali Hassan Ayache

    Fantástico na abertura, a amêndoa enriquecida e turbinada com âmbar deixa um rastro maravilhoso. Moderno e jovem, com aura de requinte.

    • Ali, é mesmo acima da média dos lançamentos masculinos. Vc testou a versão Cologne, que lançaram recentemente? É supreendentemente lindo na saída, rico em menta — a sequencia achei um pouco decepcionante, é só uma versão aguada do original.

  • Ali Hassan Ayache

    Tenho a versão Cologne , a vejo como uma versão summer, mais leve e fresca. Falta o principal, a amêndoa não é tão acentuada.

  • Patricia Narita

    Denis, vi um comentário seu sobre o eau do La Petite Robe, dizendo que era terrível, e agora um que diz que o perfume é bom. Os dois são muito diferentes, ou mudou de ideia? Costuma mudar de ideia sobre perfumes? E legal essa de perfumes se complementarem, seria um bom post pro dia dos namorados. Não necessariamente femininos com masculinos, já que também não somos assim.

    • Patricia, sou aberto a mudar de idéia, sim, mas não é o caso aqui. Gosto do edp do Petite Robe, do edt, não gosto. Os dois são bem diferentes. Vou pensar no post pro dia dos namorados, obrigado pela sugestão.