Outros jeitos de usar perfume

Quanto mais afundo no assunto perfume mais meu nariz fica sensível. Não estou falando ao que é bom ou ruim, mas ao que aplico em mim, especialmente no que diz respeito a potência do perfume. Falando a verdade: eu amo Bvlgari Black com seu lado enfumaçado e baunilha para conseguir usar só no inverno. Mas se aplico num dia quente ou no lugar errado, depois de algumas horas fico pensando em jeitos de me livrar dele. Se você, diferente de mim, quiser amplificar o efeito, também dá. O modo de aplicar revela outros ângulos do perfume, que te permite aproveitar sua fragrância favorita de novas maneiras. Segue o post com umas dicas para inspirar você a testar e encontrar outros jeitos legais de usar.

Diminuindo o ruído e o volume: misturar o perfume em creme hidratante
  • Resolve para quem se incomoda que cada produto tem um perfume, como essa leitora que apareceu no Recomende um perfume. Aquela mistura de creme e perfume lado a lado. E para diminuir o volume: para dormir, usar algo que seria exagerado no trabalho ou na estação.
  • Colocar o creme no meio da mão (senão o perfume escorre pelo vão dos dedos), duas ou três borrifadas de perfume por cima, mistura um pouco com o dedo e pronto
  • Fica uma perfumação delicada e se feito no fim de um dia terrível o ritual tem sabor de indulgência, de pequeno luxo que ajuda a descansar
  • É barato porque não precisa comprar o hidratante do perfume. Você vai ter que testar com marcas para ver o que funciona, uma deixava meu Diorella com cheiro de lixo. Não é legal. Eu estou sendo feliz com o Neutrogena Intensive Body Care, que custa em torno de R$10 (200 ml)
  • A única regra é que o hidratante não pode ser muito perfumado. Esse ainda tem algum cheiro, parece um pouco de lavanda e com um efeito aquático mas a impressão é mais “técnica”, clínica, de laboratório, do que de perfume. Na hora de comprar achei que não dava mas como não tinha nada melhor, levei. Tinha até um Vasenol Sem Perfume — com perfume!
  • Até agora funcionou com tudo o que tentei. Perfumes com almíscar (musk) pronunciado ficam especiais, a faceta cresce lindamente no calor da pele
Aumenta o som: produzindo um rastro poderoso
  • A dica de cima também serve para fazer o perfume durar mais ou para quem quer amplificar o efeito: em peles bem hidratadas o perfume tem vida maior. Aplique mais algumas borrifadas por cima
  • Outra possibilidade é borrifar sobre as roupas. O calor da pele faz com que o perfume evapore rapidamente, uma borrifada final sobre o tecido aumenta a duração dos perfumes e ajuda a produzir uma sillage mais dramática
Abaixa um pouco: aplicar embaixo da roupa
  • Será que configura dica? Eu aprendi a passar no pescoço e nos punhos, vivendo no automático a gente esquece que a regra deveria partir do conforto de quem usa e de quem vai conviver — provavelmente sem opção, não por amor — com você durante o dia
  • E daí que apliquei o tal Bvlgari Black no pescoço e me senti com um macaco pendurado em cima de mim, aquela presença chata e constante. Outras vezes a gente gosta do perfume mas a projeção é monstruosa — Insolence, Angel, estou olhando para vocês. Aromatics Elixir é outro que me ocorre
  • Antes de se vestir, umas borrifadas no peito e tudo pronto para aproveitar seu perfume favorito num volume menor. Talvez na nuca, já se falou em atrás dos joelhos, uma idéia altamente erótica. Aproveite para experimentar.

E você? Como aplica o perfume? Prefere uma entrada dramática ou usa para si, como prazer íntimo? Participe nos comentários

Imagem: Nathan Branch

 

  • Daniel Hisamura

    Denis, eu costumo aplicar no pescoço ou na nuca, e quando quero algo mais forte aplico na dobra do braço. Já tentei misturar com o hidratante mas não deu certo, porque ele tem cheiro (de salvia), ficou afiado, como antiidade deu certo perfumar os braços ficaria caro. Outra dica e passar os perfumes de cabelo com o cheiro do perfume predileto, são poucas as opções, essa dica vale pra quem tem cabelo comprido.

    • cabelo = sim! segura o perfume por mais tempo. acho que dá para usar o perfume normal, não? acho meio suspeito essa de ficar quebrando em 50 produtos….

  • lili

    Olá! É possível preparar uma quantidade maior de creme, deixando fechado num pote ou é preciso preparar só no momento de usar?

  • Luis Costa

    meu pai, depois de vestido, volta-se em direção ao vazio, saca o perfume do coldre e solta umas dez borrifadas rápidas para a frente em um ângulo de 120 graus! enquanto aquela núvem precipita – os ladrilhos, ao fundo, turvos por trás da névoa -, ele dá um passo majestoso para frente, maxilar erguido, sorriso triunfante, dentro da núvem; e depois outro passo, na mesma direção, ultrapassando a neblina aromática!

    afirma ele, constantemente, ser este o “método correto” de se aplicar perfume, embora eu nunca tenha encontrado provas – ou mesmo indícios da origem – dessa constatação. não nego, contudo, a efetividade do processo, pois me parece que ele exsuda uma intensidade ideal de perfume – ou, talvez, eu a ache ideal de tanto re-presenciar esse momento. no mais, o espetáculo todo é mesmo agradável de se ver e nota-se, claramente, nele, aquele lampejo de felicidade de quem repete uma fórmula vitoriosa e constata, novamente, seu sucesso. de resto, o banheiro fica com um cheiro ótimo, para a felicidade dos que por ali transitam em busca de algodões/cotonetes/etc.

    infelizmente, não serve lá muito para mim que a) argumento menor: considero a proporção ml/sillage sub-ótima, já que, com a mesma quantidade de borrifadas, faço meu vidrinho render um bocado mais – por que argumento menor? porque tenho vários perfumes e nunca consigo terminar nenhum, o que torna este fator importante em termos teóricos (morais? birra?), mas irrelevante na aplicação prática e b) argumento maior: com esse método, o perfume tende a incorporar-se à roupa, tornando-se um problema para pessoas como eu que i) uso terno/gravata, itens de roupa que são lavados com menos regularidade e ii) alterno entre vários perfumes, fator que, combinado com o do item anterior, pode acarretar acúmulo de diferentes pequenas camadas de perfume sobre as roupas, cujo resultado final, ao longo do tempo, nem sempre agrada.

    eu mesmo, confesso, uso o método “freestyle”. saio do banho, vejo qual o vidrinho de perfume que me chamou com mais apelo naquele dia, e passo por cima de chakras sortidos. certamente, não é o método mais eficaz. como sei? porque “moro junto” e, na batalha dos perfumes, sinto que meu namorado tem tomado a dianteira – percebo, sobretudo, quando retorno ao banheiro alguns minutos depois e respiro fundo e sei que perdi (será algo no gingado do punho? na pressão do dedo sobre o borrifador? “não é força, é jeito?”). mas, bem, sigo feliz assim e não pretendo mudar meu método, até porque não estou competindo. só não posso dizer o mesmo sobre ele, que, uma vez, pelo reflexo do espelho, peguei apontando o perfume por sobre os próprios ombros, mirando em minha direção, propositadamente, desafiadoramente, leonelicamente!

    • Luis, adorei a cena do seu pai. Lembrei de um vendedor espirrando o perfume na fitinha, uma vinte borrifadas com os braços bem afastados entre si, ele dava batidas na fita, caia uma névoa sobre o papel. Nunca houve papel melhor perfumado que aquele — o meu coração duro e mesquinho só pensava que aquilo podia ser feito com dois esguichos. Enfim, o ritual deve ser incrível, eu ainda vou tentar.

  • Perfumar a roupa é essencial. Não sou grande fã de bombas, então não vejo problemas nisso. Mas fico em pânico só de imaginar que tô incomodando alguém com meu perfume, mesmo que a fragrância seja suave. No geral pego leve.

    No mais, meu hidratante é 100% sem perfume e gosto dele justamente por isso (trauma do meu antigo vício em Victoria’s Secret). Meu desodorante também (a mistura de cheiros não me desce). Aliás, acaba de me ocorrer uma alquimia aqui: misturar meu perfume do dia no desodorante. Uso desô roll-on, e preciso dar um jeito de conseguir a façanha. Preciso mesmo testar isso.

  • Luis Costa

    me falaram uma vez para passar perfume separadamente em ambos os punhos (uma borrifada em um punho, outra borrifada em outro punho). a lógica é que: quando você passa em um punho só e depois esfrega o outro punho nele, você “quebra notas”. verdade ou mito??

    • Luis, é que esfregando vc esquenta a pele e o filme acelera, acabando mais rápido. um outro jeito que pode ser útil para ter uma idéia express do perfume é espirrar na mão. é um gif animado de um minuto para uma peça do Teatro Oficina que tem seis horas.

  • Não curto aplicar na roupa, porque sei que alguns tecidos mancham. Mas, obviamente, tem aqueles dias em que vai na gola da camisa e por cima mesmo!
    No cabelo não aplico. Este assunto já foi pra lá de discutido e não quero produto que contém álcool na minha cabeça.
    Com hidratante em perfume é uma ótima dica para quem tem problemas de fixação ou só curte os mais voláteis.

    • O Serge Lutens não deixa brincar muito com perfume nas roupas, cada um é mais colorido que o outro. Quanto ao cabelo — eu sempre tratei o meu com um certo desprezo e faço todo uso do potencial de crescimento dele! haha

  • Erica

    Denis vc ja ouviu algo do oleo mineral…e fixaçao?…recentemente um amigo querido colecionador de peefumes me explicou que quando o perfume tem fraca fixaçao vc pode colocar uma gota com aqueles dosadores de gota..em cada local…em que sera espirrado o perfume…disse que nao funciona para melhorar a projeçao…mais na fixaçao…perfumado o dia todo….agora n sei…se e verdade…se o oleo mineral altera as propriedades do perfume..pois a maioria dos oleos minerais nao possuem cheiro…qual sua opiniao sobre isso..ja testou?

    • Erica, nunca testei. Se conseguir localizar alguem que tenha eu experimento lado a lado e volto para reportar. As vezes o oleoso da coisa interfere no perfume. Vamos ver.

  • Erica

    Denis desculpa a invasao do espaço toda hora retornei apenas para informar que apos ler essa materia fui em busca ….de um hidratante corporal sem fragancia…para a minha surpresa….encontrei…a neutrogena lançou um hidratante corporal norwegian formula…ja havia aprendido com minha professora de alergia a prescrever para os pacientes alergicos…so nao sabia que existia a versao sem perfume custa 34 reais tem a versao com perfume e sem perfume…comprei e adorei…abraços.

    • Erica, te agradeço por compartilhar, não é invasão nenhuma. O preço ainda é bem decente, vou passar na farmácia para procurar. Parece bom para uns testes com perfume. Obrigado.

      • Karina

        Genial, vou experimentar. Tempos desses tratei um problema na pele, e minha dermatologista pediu para fazer na farmácia de manipulação uma loção Lanette, que é uma base hidratante de qlq creme, sem cheiro e corante e não dá alergias e fica baratinho na farmácia de manipulação, vou testar, depois comento aqui !

        • Legal, Karina, mande suas impressões quando puder.

  • Tania Lamara

    Sobre a nuvem do seu pai, Luis Costa: sempre ouvi falar sobre isso! Dizem a ser a melhor e a mais correta forma de se passar perfumes….Eu passo na dobra do braço, no pescoço e nos pulsos!!!!!

  • Debora

    Olá! Gostei muito do post e dos comentários. Vou experimentar essa dica de perfume + creminho. Amo o Samsara, mas é impossível usá-lo durante o dia.

    • Debora, depois conta o que achou! o Samsara é mesmo potente, no clima errado fica complicado.

  • Míriam

    Olá, adoraria saber quem era o perfumista do Boticário nos anos 80 e início dos anos 90. Ele fazia uma jóia chamada Athena… nunca mais achei algo igual. Obrigada.

    • Míriam, até onde sei o Boticário contrata o desenvolvimento de perfumes de grandes empresas, e portanto não tem perfumista exclusivo. Dei uma busca rápida no Fragrantica.com e a informação não está lá, acho que vai ser difícil de encontrar.

    • Li

      Não cheguei a conhecer o Athena mas achei informação de que ele foi baseado no Boucheron trouble, também descontinuado, mas caso vc o ache, não é impossível, poderá saber!
      abs

    • Patrícia – CWB

      Nossa, que legal a lembrança do Athena. Era fantástico, além da linda embalagem. Minha paixão, Na mesma época e seguindo o mesmo estilo de embalagem e status do produto, era o Affinity. Sou de Curitiba, a fábrica deles fica aqui na região. Cheguei a entrar em contato sugerindo um revival dessas fragrâncias.

  • roger celini

    Gosto de passar no cabelo …e na virilha rssss

    • haha, fortes emoções! será que não perde um pouco da graça? o cheiro faz parte do conjunto da obra.

  • Aniele

    Ensino as noivas que fotografo a passar nos joelhos..rs.. bem legal. Elas aprovam dmais!

    • Parece uma besteira passar perfume longe do nariz mas funciona demais, fica bem bonito. Para os florais brancos (gardenia, tuberosa, jasmim e tudo mais) fica sensacional, e no verão é lindo demais, esses perfumes crescem com o calor.

  • Melhores Perfumes Importados

    Preciso confessar que não conhecia essas dicas. Gostei bastante!! Uma outra boa é passar o perfume na barriga pra ir em eventos como aniversário ou festas de casamento, pois quando estamos de pé, as pessoas sentadas sentem mais o aroma.

    http://www.melhoresperfumesimportados.com/

  • Helinston

    Muito prazer! Eu tbm gosto muito de perfumes e uso sempre. Trabalho com vendas de perfumes com Carolina Herrera,Dior,Paco Rabane etc,,, Eu gostaria de saber mais sobre o assunto perfumes que pra mim achei o post muito bom

  • Pamela

    Olá! Amei as dicas! Vou experimentar a do creme. Sou uma apaixonada pelo universo dos perfumes, mas a idéia de invadir o espaço alheio me dá arrepios.Costumo borrifar o perfume no ar e caminhar.

    • Pamela, muito elegante sua atitude. Concordo com você a maior parte do tempo, em geral uso o perfume para mim. Mas as vezes, se cabe na situação, parto para uma coisa com mais corpo e presença mais forte.

  • annamakemaniaca

    ADOREI A COMPARAÇÃO!! ; )

  • Roberto Rangel

    Comecei a comprar cremes concentrados em casas de essências e óleos, existem cremes concentrados com óleos, oil free, com uréia… É só por o perfume e água desmineralizada (comprada nesse mesmo local) numa pequena porção desse creme e homogeneizar a mistura, ela triplica de volume e aí fica pronto seu hidratante perfumado.

    • Excelente dica, Roberto, obrigado por compartilhar.

  • Maria Graça

    Gostei da ideia um pouco erotica, quem sabe funciona.

    http://www.kalibashop.com.br/

  • Mileidi

    HEHE, a primeira vez que usei o Ange ou Demon passei no pescoço e quase sufoquei! hehehe

    • Patricia CWB

      Mas experimente o Ange ou Demon le secret. é mais suave, ótima fixação sem ser sufocante. Atualmente, não estou conseguindo usar o VIP da Carolina Herrera, Nauseante.

  • Ubiratan

    Dênis, se já não conhece, uma dica de hidratante totalmente sem cheiro: “Neutrogena Norwegian Formula, sem perfume”, com glicerina. REALMENTE não tem perfume, hidrata muito bem, (até demais), e custa barato. Se tem a pele seca, como a minha, é ótimo. Gostei muito da idéia de se misturar o creme com o perfume. Abs.

    • Ubiratan, conheço sim, usei algum tempo. Tenho preferido algumas coisas mais leves nesse calor que tem feito. Obrigado pela dica!

  • Patricia CWB

    Não sei se existem perfumes masculinos com essa opção, mas o J´Adore Dior tem o hairspray, maravilhoso, suave e ainda deixa um leve brilho no cabelo. Puro deleite!

  • Carolina Gloria

    Adorei a dica do perfume no hidratante!!